ESTADO DO ACRE
PREFEITURA DE SENA MADUREIRA
SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE
CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE


EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÃO DO CONSELHO MUNICIPAL

DE SAÚDE DE SENA MADUREIRA Nº 010/2019


A Presidente da Comissão Eleitoral, no uso de suas atribuições legais,
perante o Decreto nº 031 de 16 de maio de 2019; Considerando a Lei
8.080 de 19 de setembro de 1990 do Sistema único de Saúde;

 

Considerando a Lei n° 576 de 07 de dezembro de 2017 do Conselho

Municipal de Saúde de Sena Madureira;

 

Considerando a Resolução nº 453, de 05 de junho de 2012 do Conselho

Nacional de Saúde e Resolução do Conselho Municipal de Saúde Nº 004/2019

de 10 de outubro de 2019 em sua Segunda Reunião Extraordinária;


RESOLVE:


DA COMPOSIÇÃO
Art. 1º - Conforme o que preceitua o art. 6° da Lei n° 576 de 07

de dezembro de 2017, o CMS/Sena Madureira é composto por

doze conselheiros titulares e doze suplentes, conforme a proporcionalidade

proposta na Resolução nº 453, de 05 de junho de 2012 do CNS e consoante

às recomendações da 16ª Conferência Nacional de Saúde.


Art. 2º - As vagas serão distribuídas da seguinte forma:
a) 50% de entidades e movimentos representativos de usuários no município;
b) 25% de entidades representativas municipais de trabalhadores da
área de saúde;
c) 25% de representantes de representação de governo, podendo 

abranger o Municipal, Estadual e Federal e prestadores de serviços privados conveniados, ou sem fins lucrativos.


Art. 3º - Consideram-se representantes do segmento gestor:
a) Secretaria Municipal de Saúde de Sena Madureira - SEMSA;
b) Órgão responsável pela política municipal de meio ambiente;
c) Prestadores de serviços;
d) Instituições Federais e Estaduais com representação no município.


Art. 3º - Consideram-se representantes de entidades de representação
municipal dos trabalhadores na saúde:
a) representantes de entidades congregadas em sindicatos e federações, e;
b) representantes de conselhos de classe e demais associações profissionais.


Art. 3º - Consideram-se representantes de entidades de usuários da
saúde de abrangência municipal, nas seguintes áreas:
a) promoção de saúde e meio ambiente;
b) criança e adolescente;
c) pessoas com deficiências;
d) promoção dos direitos das mulheres;
e) pessoa idosa;
f) indígenas;
g) comunidades tradicionais;
h) movimentos sociais e populares organizados;
i) entidades de aposentados e pensionistas;
j) entidades congregadas de trabalhadores urbanos e rurais - sindicatos,
centrais sindicais, confederações e federações;
k) organizações religiosas, e;
l) organizações de portadores de patologias;
m) organizações de moradores.


Art. 3º - Não poderão representar nos seguimentos de Usuários

e Trabalhadores:
a) Cargos comissionados na Gestão do SUS;
b) Prestadores de Serviços de Saúde com contratos vigentes com a
Gestão do SUS.


DA ELEIÇÃO
Art. 4º - A comissão eleitoral publicará posteriormente o cronograma
das plenárias para escolhas (eleições) das entidades por seguimentos,

titulares e suplentes para o pleito do biênio 2019-2021 do Conselho

Municipal de Saúde.


Art. 5º - As entidades que representam o seguimento de

TRABALHADORES do Sistema único de Saúde (SUS), votarão

separadamente e simultaneamente nos seus respectivos seguimentos

(trabalhadores representantes de conselho de classe e trabalhadores

representantes de entidades sindicais).


Art. 6º - As entidades representantes de USUÁRIOS e

TRABALHADORES do Sistema Único de Saúde, deverão habilitar-se junto

a Secretaria Executiva do CMS (Secretaria Municipal de Saúde, situada a

Rua Antônio Nicácio Teixeira, n° 821 – Vitória), apresentando-se através de

ofício expedido pela entidade, em prazo máximo de 30 (trinta) dias úteis a

contar da data de publicação deste presente edital.


Art. 7º - Os documentos mínimos necessários e exigidos para a

inscrição das entidades são os seguintes:
a) Ata de eleição e de posse da atual diretoria, na qual esteja explícito o
período do mandato vigente, com registro em cartório;
b) Estatuto e/ou regimento interno da entidade, registrado em cartório,
que comprove de forma explícita que a entidade tem jurisdição em âmbito municipal, estadual ou federal com representação de base municipal;
c) A entidade deverá comprovar que está habilitada há no mínimo 02
(dois) anos a contar da data de registro em cartório da ata de fundação
ou ata das eleições e posse da diretoria dos 02 (dois) últimos anos com
registro em cartório.
d) A entidade deverá apresentar através de ofício, o nome de forma
qualificada (identidade, CPF e cargo que ocupa na entidade), devidamente

assinado pelo seu representante legal e/ou seu substituto, para
representá-la na respectiva plenária.


Art. 8º - Os representantes de gestores e prestadores de serviços

que irão participar do processo eleitoral apresentarão à Comissão Eleitoral,

conforme prazo e endereço citado em edital específico, documento

assinado pelo representante legal da instituição manifestando interesse

de concorrer ao pleito, bem como indicando o seu representante no

processo da eleição.

 


[....]

 


DOS PRAZOS E RECURSOS
Art. 11º - Encerrado o prazo das inscrições, a Comissão Eleitoral terá o
prazo de até 48 (quarenta e oito) horas dias úteis para apresentar notificação às entidades inabilitadas, afixadas na Secretaria Executiva do
CMS e/ou enviadas para o endereço eletrônico apresentado no ato da
inscrição, divulgação nos meios de comunicação, murais das unidades

de saúde, prefeitura, câmara de vereadores entre outros.


Art. 12º - A entidade que não for homologada pela Comissão Eleitoral e
que se sentir prejudicada, terá o prazo de 48 (quarenta e oito) horas dias
úteis para recorrer junto à Comissão Eleitoral na Secretaria Executiva
do CMS (Secretaria Municipal de Saúde, situada na Rua Antônio

Nicácio Teixeira, n° 821 – Vitória), no horário das 07h00min às 12h00min

e das 14h00min às 17h00min, prazo este que as entidades terão para
fazer suas devidas correções e se tornarem habilitadas junto à

Comissão Eleitoral, sob penalidade de não concorrer ao referido pleito,

não cabendo mais recurso para a mesma.


Art. 13º - Decorrido o prazo de recurso, a Comissão Eleitoral terá 48
(quarenta e oito) horas dias úteis para publicar a relação das entidades
habilitadas junto à Secretaria executiva do CMS.


Art. 14º - A Comissão Eleitoral, designada pelo Conselho Municipal de
Saúde através da Resolução Nº 004/2019 para dirigir os trabalhos das
reuniões plenárias, elaborará o regimento das mesmas.


Art. 15º - O Ministério Público Estadual, através de sua Promotoria da
Saúde Pública, acompanhará todo o processo eleitoral, dirimindo

quaisquer dúvidas que porventura venham a surgir.


Art. 16º - Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão Eleitoral.


Sena Madureira – Acre, 21 de outubro de 2019.


Adriana da Silva Melo
Presidente da Comissão eleitora
José Douglas Araújo de Farias
Vice Presidente
Donizety Lima Fernandes
1º Secretário

Resolução N° 004/2019 - Edital de Convocação de Eleição

Ano
Meses
Publicação
Órgão
  • DOEAC : 12.663

    DATA: 22/10/2019

    PÁG.(S): 112-113

Município

- História

- Sócioeconômico

Servidor Público

- Concursos e Processo Seletivo

- Contracheque

Portal da Transparência

Transparência (Ativa)

- Mapa da Transparência

- Perguntas Frequentes

- Glossário

Transparência (Passiva)

- Solicitar informação

- Acompanhar pedido

- Estatísticas

Calendários

- Feriados 2020

- Pagamentos 2020

Contatos

Prefeitura de Sena Madureira

CNPJ 04.513.362/0001-37

Av. Avelino Chaves, 631

CEP 69940-000

Sena Madureira, Acre, Brasil

frankley.dias@hotmail.com

+55 (68) 3612-2424

Segunda a sexta: 07:00 as 13:00

  • Webmail Sena Madureira
  • Instagram | Sena Madureira
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social

Desenvolvido por