...
 

Prefeitura de Sena e órgãos competentes traçam plano de contingência para possível cheia do Rio Iaco


Por: Lucas Costa - Ascom

Terça-Feira, 09 de Fevereiro de 2021



Preocupados com o aumento no nível das águas do Rio Iaco, a Prefeitura de Sena Madureira junto com o Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e as Secretarias de Assistência Social e Serviços Urbanos (SEMSUR) se reuniram na tarde de ontem (08), para traçar o Plano de Contingência que visa a retirada das famílias atingidas pela cheia e a construção de abrigos municipais para acolher os moradores.


Além do vice-prefeito Gilberto Lira e do sargento C. Queiroz do Corpo de Bombeiros, participaram os secretários Daniel Herculano (Cidadania), Jeocundo Assis (SEMSUR), Franquiley Dias (Controle Interno), Adriana Martha (Administração) e o representante da Defesa Civil, Carlos D´avila. Foto: Lucas Costa/Ascom



Devido ao cenário atual no qual o município está passando com relação a pandemia do coronavírus, algumas medidas devem ser tomadas para evitar o aumento no número de casos. Alguns procedimentos devem ser seguidos para proteger a vida dos moradores e também da equipe que estará realizando o transporte, como o uso de máscara e álcool em gel para os profissionais.


Segundo informações repassadas pela Defesa Civil do município, o nível das águas do Rio Iaco amanheceu hoje (09) em 13 metros e 75 centímetros conforme a medição realizada às 5h. Ontem à tarde o manancial estava em 13 metros e 46 centímetros, a cota de transbordamento é de 15,20.


Sempre no início do ano quando o Rio Iaco começa a apresentar sinais de cheia, a Prefeitura de Sena junto com os demais órgãos se unem para traçar as ações que o poder público municipal irá fazer em uma possível cheia do Rio Iaco, conforme disse o vice-prefeito Gilberto Lira representando o prefeito Mazinho Serafim (MDB).


“Em caso de um transbordamento do Rio Iaco, nós iremos aplicar o plano de contingência que utilizamos em anos anteriores, que é a construção dos abrigos municipais nos ginásios Hermiltom Gadelha, no qual já iremos solicitar o uso do espaço para a Secretaria Estadual de Educação e também o nosso ginásio Aurino Brito que é do município. Pedimos a Deus que o Rio não transborde, mas se caso transbordar, nós da prefeitura junto com os nossos parceiros iremos executar o nosso plano para retirar as pessoas dos locais onde a água atinge”, explica Gilberto.


Foto: Lucas Costa/Ascom



Na manhã de ontem, o prefeito Mazinho Serafim esteve na região do centro da cidade vistoriando o volume das águas, e de imediato convocou uma reunião com os órgãos competentes, para que as medidas de prevenção já fossem sendo elaboradas.


Representando o Corpo de Bombeiros de Sena Madureira, o Sargento C. Queiroz destacou mais uma vez a parceria que o órgão tem com o município em caso de uma alagação. “Os atendimentos as famílias serão iniciado, se caso o rio atingir a cota de transbordamento que é de 15 metros e 20 centímetros. Essa reunião foi para alinhar e definir como serão feitos os atendimentos, quais equipamentos a nossa equipe vai está usando como barcos e veículos para ajudar no transporte das famílias para os abrigos, com toda segurança e seguindo as medidas de prevenção contra a covid-19”.


Sargento C. Queiroz do Corpo de Bombeiros de Sena Madureira. Foto: Lucas Costa/Ascom



O sargento ainda orienta os condutores de embarcações que tome cuidado ao navegar pelos Rios Iaco, Caeté, Macauã e Purus. Procurando usar sempre coletes de salva vidas, principalmente nas crianças e amarrar seus pertences ao lado da embarcação. Evitando principalmente navegar sobre o uso de bebida alcóolica.


Nesse período de cheia, principalmente nos rios Iaco, Macauã e Purus ocorre um grande número de balseiros e forte correnteza, por isso os ribeirinhos devem ter cuidado para evitar naufrágios.


C. Queiroz ainda adverte também sobre os animais peçonhentos que nessa época saem dos seus habitar por conta das águas e vão para dentro das casas e quintais em busca de abrigo. “Os moradores devem ficar atentos com as roupas e calçados, se caso encontrar algum animal como aranhas, cobras e escorpiões e não souber o que fazer. Ligue para o 193 que a guarnição estará se deslocando até a sua casa e retirando esse animal, levando para um local distante”.

0 comentário