...
 

Homenagem: Prefeito Mazinho Serafim batiza o prédio do CREAS com o nome da Saudosa Narcy Areal


Por Ricardo Amaral - Ascom

Quarta-Feira, 09 de Fevereiro de 2022


Como forma de reconhecimento aos relevantes serviços prestados na área social e dedicação à população de Sena Madureira durante toda sua vida, o Prefeito Mazinho Serafim (MDB) batizou o prédio do Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS) com o nome da Saudosa Narcy Barros Areal de Almeida.



A homenagem ocorreu na manhã desta quarta-feira (09) com a presença do vice-prefeito Gilberto Lira, dos Secretários Municipais Daniel Herculano (Cidadania), Dr. Getulião Saraiva (Finanças), Juza Bispo (Meio Ambiente), Ecinairo Carvalho (Produção) da Coordenadora Geral da Assistência Social, Elane Pessoa, da Assessora Técnica da SEMCIAS, Cláudia De Paoli e de parte da Família Areal.


Em sua fala, o Prefeito Mazinho Serafim destacou que a homenagem é justa, visto que Narcy Areal deixou um legado que para sempre será lembrado. "A dona Narcy dedicou sua vida à cuidar dos mais necessitados em nosso município, sua história e seu legado nos inspira, por isso ela é merecedora de todas as homenagens", frisou.


O gestor da SEMCIAS, Daniel Herculano, também falou sobre a homenagem. "As pessoas que fizeram boas ações em nossa cidade não podem ser esquecidas, e a dona Narcy faz parte desse seleto grupo. Pois ela ajudou muito a população senamadureirense e tem o seu nome marcado na história do nosso município", disse.


Dorys Areal, uma das filhas da homenageada, se emocionou bastante durante a solenidade. "É um momento de grande alegria e emoção, pois relembramos tudo que ela foi e fez por essa cidade. Somos gratos ao Prefeito Mazinho, ao vice-prefeito Gilberto Lira e ao Secretário Daniel Herculano, por prestar essa linda homenagem à minha querida mãe", salientou.


MAS QUEM FOI NARCY AREAL ?


A professora Narcy, nasceu em Sena Madureira, interior do Acre, no dia 10 de agosto de 1939, onde fez o curso primário, cursou pedagogia e formou-se professora pela Universidade Federal do Acre (UFAC), ingressou na faculdade com mais de 50 (Cinquenta) anos.


Foi professora em Sena Madureira, até que se tornou coordenadora de ensino da zona rural, foi assim que começou a dedicar-se aos mais necessitados. Dedicou 31 anos de sua vida ao magistério, sempre prestando sua colaboração, não só no social, mas também cívica e intelectual.


Filha de uma das famílias mais tradicionais de Sena Madureira, por parte de seu pai Eugênio Augusto Areal, um dos mais reconhecidos engenheiros de açúcar do município. Casou-se com Nilson Felinto de Almeida, tradicional comerciante, dessa união tiveram quatro filhos, juntamente com a administração do comércio de seu esposo falecido.


Foi presidente de honra do Comercial Esporte Clube, tradicional time de futebol do Município que até o final da década de 80 rivalizava com o Grêmio Esporte Clube. Foram os dois times mais amados de Sena Madureira. Uma das mulheres mais aguerridas do Iaco foi presidente da Escola Samba Unidos do Iaco, e responsável pelas organizações dos glamorosos bailes no Municipal Yaco Clube (MYC) nas décadas de 70 e 80, uma figura fundamental para o desenvolvimento das atividades culturais em Sena Madureira.


Católica fervorosa e devota de Nossa Senhora, Narcy era uma das parceiras de Padre Paolino (In memorian), juntamente com ele ajudou na fundação de Escolas e organização de professores em várias comunidades rurais de Sena Madureira.


Foi uma das vereadores mais votadas de Sena Madureira por dois mandatos consecutivos, entre 1992 e 1996, desempenhou suas funções de maneira ímpar, gerando admirações e respeito na cidade. Até hoje Narcy é um dos exemplos para todos os políticos do Município.


Aos 81 (oitenta e um) anos, Narcy foi acometida com o vírus da COVID-19, após 26 dias internada no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (INTO), dos quais 12 foram na Unidade de Tratamento Intensiva (UTI). Uma das figuras mais queridas de Sena Madureira, juntou-se às mais de 600 mil vítimas da COVID-19 no Brasil.



Fotos: Lucas Costa e Ricardo Amaral - Ascom










0 comentário

Posts recentes

Ver tudo